Secretaria da Mulher promove encontro da Câmara Técnica de Enfrentamento à Violência

Na segunda-feira, dia 19, a Secretaria da Mulher de Buíque promoveu mais uma reunião da Câmara Técnica de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres no município. Segundo a Secretária da Mulher, Santina Oliveira, o encontro serviu para definir o Planejamento Estratégico para o enfrentamento a essa violência que vem crescendo, principalmente devido a pandemia quando as vítimas estão cada vez mais próximas de seus agressores.

A Câmara Técnica foi criada em 14 de março de 2019 com o objetivo de elaborar as ações estratégicas de enfrentamento à violência contra as mulheres em todo o município. Nos últimos quatro anos, com o funcionamento da Secretaria da Mulher no início de 2017, a Prefeitura de Buíque vem promovendo uma série de atividades e ações voltadas à proteção e o desenvolvimento social e econômico das mulheres buiquenses. Segundo a Secretária Santina Oliveira, são ações que poucos veem, mas que salvam vidas.

“Muitas vezes temos um trabalho silencioso, com todos os cuidados para proteger quem mais precisa, que são as mulheres vítimas de abusos e violência, mas graças a Deus temos feito muito por essas pessoas que muitas vezes precisam apenas de oportunidade para se expressar, conquistar seu espaço e defender-se das agressões em uma sociedade que, cada vez mais, rejeita essa violência. Temos trabalhado a questão do empoderamento feminino na perspectiva de que as mulheres tenham autonomia como cidadã e também na questão econômica”, afirmou.

A expectativa para em breve espaço de tempo da Secretaria da Mulher é lançar oficialmente, e colocar em funcionamento, a Patrulha Maria da Penha municipal, com uma equipe de Guardas Municipais, homens e mulheres, para atender as denúncias de violência que chegam constantemente a pasta. A previsão é que a Patrulha seja lançada pelo prefeito do município, Arquimedes Valença, em meados de agosto.

Participam da Câmara Técnica de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres, além da Secretaria da Mulher, as secretarias de Assistência Social, Saúde e de Educação; Conselho Tutelar, Guarda Civil Municipal, Defensoria Pública, Câmara de Vereadores, Delegacia Municipal, Patrulha Maria da Penha Regional e representantes dos povos indígenas (Kapinawá) e Quilombolas.

Posted in Sem categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *