Museu e Casa da Cultura

A antiga residência de Maria Emília de Freitas e Eduardo José de Freitas já foi uma farmácia e atualmente abriga artefatos, fotografias e documentos históricos de Buíque. O edifício acomoda duas instituições: o Museu Eduardo José de Freitas, inaugurado em 26 de maio de 1990 e a Casa da Cultura Lenira Cursino de Freitas, inaugurada em 07 de setembro de 2000. O prédio é administrado pela Secretaria de Turismo, Cultura, Lazer e Esportes da cidade. Lá estão os restos mortais de uma mulher encontrada  no Parque Nacional do Catimbau e que viveu há 6 mil anos. A outra ossada corresponde a uma preguiça-gigante que viveu entre 8 e 10 mil anos, tendo sido encontrada durante a escavação de um barreiro no Sítio Charco.

Recordações de várias bandas e músicos que fizeram parte da trilha sonora de muita gente nas últimas décadas, convidam a um passeio musical do qual saltam em meio a parede de vinis, as bandas buiquenses de forró “Som Bléss Set” e “Casca de Romã” que compartilham espaço com rádios ainda mais antigos.

Moedas, móveis, objetos e imagens de cidadãos ilustres que ajudaram a construir a história local, agrupam-se nas paredes, salas e pisos da antiga residência para transportar os visitantes numa viagem curiosa que faz até mesmo quem nunca esteve naquele passado, sentir-se parte viva dele.

ACERVO FOTOGRÁFICO

Arqueologia - Buíque antigo

Política - Buíque antigamente

Cidadãos buiquenses - Buíque antigo

Religiosidade - Buíque antigamente

Festejos Culturais - Buíque antigamente

Arquitetura Urbana - Buíque antigo

Desiles Cívicos - Buíque antigo

Carneiro - Buíque antigo

Kapinawá - Buíque antigamente

Bandas Marciais - Buíque antigo

Veículos - Buíque antigamente

Fósseis

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO

SEGUNDA À SEXTA-FEIRA: 08h:00 às 13h:00 | 14h às 17h:00

SÁBADOS: 08h:00 às 12h:00 | 14h:00 às 17h:00 | 19h:00 às 21h:00 [visita agendada]

Praça Major França, 74 – Centro, Buíque-PE | CEP: 56520-000