Educação paga 50% do 13º de professores e servidores

Mesmo diante das dificuldades financeiras devido as quedas nos repasses do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, a Prefeitura de Buíque, através da Secretaria de Educação, pagou nesta sexta-feira (18), a primeira parcela do décimo terceiro salário dos professores e servidores da rede municipal de ensino, que representa a liberação de mais de R$ 1 milhão para os servidores que recebem pelos 60% e 40% do Fundeb.

Segundo a Secretária de Educação, Marilan Belisário, a folha do abono natalino de todo o funcionalismo da pasta soma R$ 2.071.407,38 (dois milhões, setenta e um mil, quatrocentos e sete reais e trinta e oito centavos). Em ofício da prefeitura (Nº 169/2020) encaminhado ao presidente do sindicato dos servidores municipais de Buíque, Michel Modesto, o prefeito do município esclarece toda a situação financeira da Educação, inclusive com o envio dos extratos das contas do Fundeb que até o dia 16 de dezembro, data da entrega do documento, tinham depositado apenas R$ 567.577,51.

No ofício, o prefeito relata que em um encontro realizado com a secretária Marilan Belisário e a presidente do CACS-FUNDEB – Conselho de Acompanhamento e Controle do Fundeb, Michelline Modesto, ficou definido que o pagamento do abono natalino será finalizado até dia 30 de dezembro e que os salários de dezembro pagos no exercício de janeiro de 2021 em razão da excepcionalidade vivida esse ano (Pandemia da Covid-19) que afetaram as receitas municipais, mesmo com o aporte feito pelo Governo Federal. O abono dos demais servidores municipais também deverão ser quitados até o final deste mês.

O prefeito ressalta no documento o compromisso de manter o diálogo e convivência com a direção do sindicato e toda a categoria que forma a Educação de Buíque, professores e funcionários. O ofício enviado ao sindicato foi em resposta a questionamento, também por ofício (084/2020) encaminhado pelo presidente Michel Modesto, acerca do pagamento dos salários de dezembro e do 13º da Educação. Segundo a secretária Marilan Belisário, desde o final de julho a secretaria vem mantendo encontros com o presidente do sindicato repassando de forma transparente toda a situação financeira da pasta.

“A prefeitura, a secretaria de Educação, sempre estiveram abertas ao diálogo e sempre agiram com transparência, levando ao conhecimento da categoria todas as informações sobre a situação financeira da pasta, inclusive com o envio de extratos, como foi feito no último dia 16. São informações que disponibilizamos a todos os professores e servidores da Educação, via sindicato, em encontros periódicos. Apesar das dificuldades impostas pela pandemia, estamos cumprindo os compromissos, tanto com fornecedores como com o funcionalismo”, finaliza Marilan Belisário.

Posted in Educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *