Encontro define instalação do Centro de Ecotecnologia do Nordeste em Buíque

Uma reunião realizada na última sexta-feira (18), na Secretaria de Turismo de Buíque, com a presença do prefeito Arquimedes Valença, definiu os próximos passos para a instalação do Centro de Ecotecnologia do Nordeste, que ficará sediado na região do Catimbau e contará com investimentos de grupos empresariais. Como incentivo, a prefeitura vai doar um terreno para a construção do CEN.

O encontro reuniu, além de secretários municipais, Sebastião Alves dos Santos, representante do SERTA; Cynthia Xavier, da UFPE; Francisco Fechine, do IFPB; Reginaldo Souza, Secretário de Agricultura de Alagoas; Jear Marcelo, do Conselho Municipal, em Buíque; Luiz Ramos, da Associação dos Guias Turísticos do Catimbau; e os representantes do conglomerado educacional de São Paulo, ARBOS: Paulo André Cia, Viviana Barbosa Paes e Joelma Maria Lopes Rodrigues Ruano, de Santo André (SP) e Ricardo Pasin Caparrós, de São Bernardo.

A delegação do conglomerado de colégio Arbos, de São Paulo, veio a região firmar compromisso estabelecidos com o Centro de Ecotecnologia do Nordeste em que experiências tecnológicas e expertise metodológicas e didáticas serão compartilhados entre as instituições com vistas a promoção de intercâmbio, bem como, potencializar desenvolvimento econômico e social da região. Para o prefeito, importante passo para alavancar o desenvolvimento de Buíque.

“A vinda do CEN para Buíque será um marco no desenvolvimento sustentável, gerando oportunidades, atraindo novos investimentos e atraindo novos olhares para nosso município de todo o Nordeste e do País, criando novas perspectivas econômicas e sociais para toda a região”, afirmou o prefeito que deverá enviar a Câmara Municipal projeto de doação de 2,6 hectares para a implantação da primeira etapa do Centro de Ecotecnologia do Nordeste – CEN.

O CEN, que será instalado no Distrito de Catimbau, se propõe a ser um centro de referência para o desenvolvimento de pesquisas aplicadas, implementação e difusão de ecotecnologias, que são tecnologias que visam minimizar danos ao ecossistema e que promovam, ao mesmo tempo, o desenvolvimento sustentável.

Entre os objetivos do CEN, estão a realização de projetos que promovam impactos sociais, econômicos, territoriais e ambientais, por meio da geração e implantação de ecotecnologias e tecnologias sociais; além de desenvolver e executar projetos que visem a promoção da formação de jovens e adultos do campo, da cidade, dos quilombos, das aldeias e da agricultura familiar, considerando a importância da educação contextualizada, a cultura e a diversidade.

O Centro de Ecotecnologias do Nordeste – CEN tem ainda como objetivo a promoção de ações e projetos de economia criativa, solidária e circular, com foco na produção, comercialização, beneficiamento e consumo responsáveis, visando erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais; como também ações e projetos em educação básica, do campo, profissional e superior. (Fotos: San Silva)

Postado em Empreendedorismo, Governo, Turismo.

3 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.