Mulher

A Secretaria da Mulher desenvolve um projeto que visa ampliar o potencial empreendor feminino regional por meio da arte. Assim nasceu o programa de Mulheres Empreendedoras que reune mulheres de várias comunidades, promovendo a emancipação individual e consciência coletiva para superação da dependência social e desigualdade ao qual algumas estão inseridas.

Carmelita Bezerra Cavalcanti

Nascida em outubro de 1964, em Buíque-PE. Carmelita Bezerra Cavalcanti trabalhou como agricultora durante boa parte de sua vida. Diante da necessidade de complementação de renda, viu no artesanato uma oportunidade e passou a criar peças para vender aos turistas que chegavam nos ônibus em visita ao Parque Nacional do Catimbau. Seu lado criativo permitiu o manuseio de materiais variados como palha de coqueiro, de milho, coco de babaçu, sementes, pedras e tintas de tecido – a maior parte da matéria-prima é de origem nativa.

Em busca por aperfeiçoamento, participou do curso de Iniciação profissional em Bijuterias –  promovido pelo PRONAGER (Programa Nacional de Geração de Emprego), em 2002; Curso de Costura em 2005 – promovido pelo SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural); participou do Programa de Capacitação Sua Excelência o Turismo – promovido pelo SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) em 2006; Cestaria e Trançados em palha de milho e Pintura em tecido, promovidos pelo SENAR em 2013.

Seus produtos são comercializados num ponto comercial, onde são disponibilizados em grande variedade, incluindo: arranjos de palha de coqueiro licuri (ouricuri), abano e bolsa em palha, vassoura, camisas personalizadas, vestidos, quadros, chaveiros, colares, brincos, pulseiras, penachos para cabelo, garrafas com areias coloridas da região, plantas medicinais, bonecas, filtro dos sonhos e cachecóis.

Carmelita participou de 5 edições da Fenearte (2011-2015) e de exposições em outras cidades como em Serra Talhada-PE (durante a inauguração de um hotel) e em Garanhuns-PE, na exposição da agricultura da reforma agrária.

Fonte: oqqbuiquetem.combr

Janeide Cavalcanti Barbosa Constantino

Nascida em setembro de 1992, em Buíque-PE. Janeide Cavalcanti Barbosa Constantino, residente na Vila do Catimbau, é agricultora e desde cedo já trabalhava com agricultura familiar.

Quando criança tendo apreço pela pintura, após o primeiro contato visual com as pinturas primitivas do Parque, encontrou inspiração para reproduzi-las em peças artesanais. Aos poucos, foi se aperfeiçoando e hoje vende em seu próprio espaço (Ateliê Arte Rupestre) uma variedade de produtos temáticos feitos à mão. Entre eles, bonés, chapéus, passadeiras, tapetes, chaveiros, colares, imãs, quadros rústicos, porta-chaves, nécessaire, panos de prato e porta-lápis. Os materiais usados são: tecido, tintas apropriadas, algodão, sementes e madeira nativa. Janeide participou do Agrinordeste (evento do setor agropecuário) em 2017 e expôs produtos à venda durante o 28º Festival de Inverno em Garanhuns (07/2018).

Fonte: oqqbuiquetem.com.br

Liliane Oliveira da Silva Santos

Nascida em novembro de 1977, em Ferraz de Vasconcelos-SP. Liliane Oliveira da Silva Santos passou boa parte de sua vida trabalhando como Professora – profissão que ainda exerce em paralelo ao artesanato. Em 1995 mudou-se de São Paulo para Buíque (sede) e posteriormente para o Catimbau. É formada em Biologia pela instituição de ensino AESA-CESA e pós-graduada em Educação Ambiental.

Com linha, barbante e fita, Liliane desenvolve trabalhos em bordado, crochê e tricô. Sua experiência garantiu-lhe a participação de feiras como a Fenearte (2013); exposições realizadas em Buíque, Recife e Cachoeirinha (festa do couro e do aço, em 2017).

Aperfeiçoamento é a palavra que define sua arte. Assim, a professora de ensino fundamental 1 e artesã busca sempre melhorar a qualidade de seu trabalho para obter resultados satisfatórios em sua arte. Marcando presença nos cursos de Sensibilização para o Turismo – realizado pela SETUR (Secretaria de Turismo do Estado de Pernambuco), no Projeto Artesãs Empreendedoras – promovido pela Secretaria da Mulher de Pernambuco; curso de Patchwork – pela Secretaria de Ação Social de Buíque e Pintura em tecido – pelo SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) em 2013.  Antes disso, fez especializações em bordado de fita, ponto cruz, bordado para recém-nascidos, cama e mesa – também ofertados pelo SENAR.

Seus produtos são comercializados em sua residência. Liliane vê na arte um meio de expressão singular, valorizado pelo processo artesanal que resulta na produção de peças únicas. A arte de tecer, precisa de tempo e técnica; foge do automatismo industrial que produz em larga escala deixando de lado o exclusivismo que só a arte pode proporcionar. Arte se faz com sentimento e é isso que a artesã Liliane oferta a seus clientes.

Fonte: oqqbuiquetem.com.br

Maria de Fátima Oliveira da Silva

Nascida em janeiro de 1957, em Buíque-PE. Maria de Fátima Oliveira da Silva, aposentou-se como profissional em serviços gerais. Para ampliar a renda familiar resolveu trabalhar com artesanato. Participou de um projeto local de Mulheres empreendedoras – promovido pelo Estado de Pernambuco, através da Secretaria da Mulher de Buíque-PE. Sua arte é feita com tecido, linha e tinta. Fazendo uso de várias técnicas como o tricô, crochê e algodão cru. O tema é composto por reproduções de inscrições rupestres encontradas no Parque Nacional do Catimbau.

Sua história com o artesanato começa após conclusão de cursos de bordado, renascença e trabalho com palha e pintura realizados pelo SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). A decisão de fazer do artesanato uma fonte de renda surgiu após participação do Projeto Mulheres Empreendedoras. Tendo em seguida participado de oficinas promovidas pelo SEBRAE: Sei empreender, Sei vender e Sei formar preço.

Os produtos são comercializados aos domingos, na feira do Catimbau em períodos de estiagem e os expõe sempre que surge uma oportunidade no município. Vestidos, saias, peças íntimas, toucas, cachecóis, almofadas e panos de prato estão entre os mais vendidos.

Fonte: oqqbuiquetem.com.br

Maria do Socorro Beserra de Oliveira

Nascida em novembro de 1966, em Buíque-PE. Maria do Socorro Beserra de Oliveira reside na Serrinha (da mesma cidade). É agricultora e trabalha em paralelo com a produção de artesanato feito em tecido, fitas e pedrarias. Especializou-se nos cursos de bordado em fita, ponto-cruz, fuxicos e retalhos e pintura em tecidos, promovidos pelo SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). O artesanato é sua segunda fonte de renda e vende os produtos na feira livre de Buíque (sede), no galpão do artesanato onde produz com outras artesãs e em sua própria residência. Em 2018, junto com outras artesãs da Rede de Mulheres Empreendedoras de Buíque – criado pela Secretaria da mulher local, expôs seus produtos durante a 28ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (07/2018).

Fonte: oqqbuiquetem.com.br

Simone Souza

Nascida em 29 de julho de 1982, em Itaíba-PE. Simone Souza, possui segundo grau incompleto e trabalhou como agricultora durante boa parte de sua vida até dedicar-se exclusivamente ao artesanato em madeira com peças decorativas e utilitárias.

Sua história com o artesanato começa por influência de seu esposo Luiz Benício, juntos confeccionam arte e vendem para vários ateliês e algumas de suas peças já foram vendidas para vários países.

Diante da necessidade de obtenção de renda, viu no artesanato uma forma de obtenção de renda e passou a criar peças para vender aos turistas que chegavam nos ônibus em visita ao Parque Nacional do Catimbau. Seu lado criativo permitiu o manuseio de materiais variados como palha de coqueiro, de milho, coco de babaçu, sementes, pedras e tintas de tecido – a maior parte da matéria-prima é de origem nativa.

Seus produtos são comercializados na oficina compartilhada com o esposo e também escultor, Luiz Benício. Às margens da estrada principal do Catimbau. A temática empregada nas obras, remete a cultura nordestina: vegetação, animais da caatinga e figuras humanas. Uma particularidade dos traços é a de manter as marcas do entalhe, criando assim, um padrão rústico no acabamento – estilo também característico de Luiz Benício.

Simone expôs suas obras na Fenearte 2018, no Salão de Arte Popular em 2013; e no Centro de Artesanato de Pernambuco.

Fonte: oqqbuiquetem.com.br

Solange Gomes da Silva Almeida

Nascida em dezembro de 1971, na cidade de Arcoverde-PE. Solange Gomes da Silva Almeida reside atualmente no Catimbau – distrito de Buíque-PE. É agente de saúde. Em paralelo, trabalha com a produção de artesanato feito em tecido (pintura) e madeira (pirogravura).

A artesã preza pela qualidade e acabamento de suas peças. Para ela o diferencial está nos detalhes; Solange começou a trabalhar com artesanato por curiosidade. Aprendeu por conta própria, nunca tendo participado de qualquer curso ou oficina. O artesanato é um hobby para ela e representa sua segunda fonte de renda.

Fonte: oqqbuiquetem.com.br

Qual o papel da Secretaria da Mulher?

A Secretaria Municipal da Mulher objetiva a elaboração, coordenação e desenvolvimento de políticas para a promoção das mulheres e ampliação no debate sobre desigualdade de gênero na sociedade.

Secretária: Santina Tereza
Endereço: – Hiecenio Alves Maciel, Centro, Buíque-PE – CEP: 56.520-000
Contato: mulher@buique.pe.gov.br
Horário de funcionamento: 8h às 13h – segunda à sexta-feira

Copy link
Powered by Social Snap