Pessoas monitoradas nas barreiras sanitárias

Mais de 2,6 mil pessoas são monitoradas no 1º dia das barreiras sanitárias em Buíque

Quem teve que se dirigir até a cidade de Buíque nesta terça-feira (19), se deparou com três barreiras sanitárias que restringia o acesso a cidade com o objetivo de evitar o avanço do coronavírus no município, segundo informou o prefeito do município. A ampliação das medidas restritivas também traz consigo punições financeiras a quem as descumprir. Neste primeiro dia, foram parados 1.496 veículos e 2.627 pessoas foram monitoradas. 

monitoramento2Nas barreiras localizadas na saída de Guanumbi, na rua de acesso ao Bleskina e na Compesa, técnicos da saúde, Defesa Civil e jovens formandos da área de saúde realizaram o trabalho de coleta de dados, aferição da temperatura com termômetro digital, entrega de máscaras para quem não estava utilizando, além de higienização das mãos com álcool e gel 70%.

Segundo a secretária de Saúde, Janice Rodrigues, o primeiro diz de funcionamento das barreiras cumpriram seu objetivo e 05 pessoas que apresentaram febre foram imediatamente encaminhadas para as unidades de saúde. “É um trabalho árduo, mas necessário e se Deus quiser vamos trabalhar para amenizar e reduzir o avanço dos casos, embora estejamos numa das semanas mais críticas da pandemia”, afirmou.

monitoramento1Foram montadas 03 barreiras sanitárias com equipes da Secretaria de Saúde, Vigilância Sanitária e Defesa Civil, todos paramentados com equipamentos de proteção individual. A da Compesa que funcionou nesta terça-feira foi transferida para as proximidades da Pousada Santos. As barreiras são:

Uma primeira barreira está instalada na Avenida Manoel Camelo Cavalcanti, no acesso ao Bleskina Hall, acessando pela PE-270.

Uma segunda barreira vai estar instalada nas proximidades da Pousada Santos, no sentido de quem vem de Tupanatinga pela PE-270, na Rua Dr. Aurora Laerte Cavalcanti.

Uma terceira barreira sanitária foi instalada na Avenida Félix Paes de Azevedo, na estrada de acesso ao distrito de Guanumbi, monitorando os passageiros e motoristas que venham daquela direção para a cidade de Buíque.

As barreiras funcionam por volta das 06h00 da manhã. Segundo a Secretária de Saúde, Janice Rodrigues, a medida visa fortalece o trabalho que já vem sendo coordenado pelo prefeito do município e pede a população que colabore.

“Precisamos ganhar essa batalha pela vida trabalhando para que a cidade de Buíque  continue registrando os menores números de casos possíveis, e para que isso possa acontecer é preciso que toda população faça a sua parte, siga as instruções repassadas pelas equipes que irão estar de plantão nas barreiras; usem mascaras, evitem sair de casa porque no que depender da Secretaria de Saúde e de toda  a equipe, tenho a certeza que estamos fazendo a nossa parte”, afirmou.

Confira abaixo os números por tipo de veículo e local do primeiro dia de funcionamento das barreiras:

Guanumbi:

Carros:91
Motos: 148
Caminhão: 21O
cupantes: 722

Bleskina:

Carros: 769
Motos: 204
Caminhão: 28
Ocupantes: 1608

Compesa:

Carros: 118
Motos: 108
Caminhão: 09
Ocupantes: 297

 

Publicado em Saúde, Sem categoria and tagged , .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *