Prefeitura de Buíque realiza sonho de centenas de famílias em busca da casa própria

Na manhã desta quarta-feira a Prefeitura de Buíque esteve na Comunidade Indígena Kapinawá para as assinaturas dos convênios do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR).  Cerca de 150 famílias buiquenses receberão uma casa e poderão ficar mais tranquilas com a questão de moradia.

Desde o ano passado que a Prefeitura de Buíque investiu tempo e propósitos nessa causa. Uma das soluções para a melhoria da qualidade de vida dos buiquenses certamente é a questão habitacional. Junto ao Governo Federal, Caixa Econômica e entidades é que será possível realizar uma obra tão importante como essa. Ao todo nessa primeira etapa Buíque receberá um investimento em torno de 7 milhões e terá mais de 600 casas construídas e entregues a população.

Na ocasião desta quarta, os representantes da Aldeia Kapinawá, do Instituto Moradia, da Caixa Econômica, do CEDAPP, da Prefeitura de Buíque e Associação de Mulheres Artesãs de Buíque puderam constatar a alegria de mais 188 famílias que serão beneficiadas ao assinar a documentação que dará início ao tão esperado sonho da casa própria.

A importância de uma gestão de qualidade é de fato nesses momentos que refletem a competência, o cuidado e a responsabilidade de trabalhar em prol do mais carente. A Prefeitura de Buíque está determinada em fazer o seu melhor para aumentar a qualidade de vida da maioria da população. A casa própria é um recurso que traz melhorias, pois interfere na saúde e na alimentação de famílias que destinam o pouco que ganham para o aluguel, ou moram em casas sem o mínimo de infraestrutura, em situações precárias de higiene. Sendo assim, essa obra será entregue em alguns meses e durante a sua construção gerará um retorno econômico para cerca de 140 empregos diretos e 300 empregos indiretos já que a mão de obra será local.

Buíque é aprovada pelo Governo Federal e construirá mais de 600 casas do Programa minha Casa Minha Vida

Desde o início dessa nova Gestão, a Prefeitura de Buíque vem numa luta constante para que Buíque consiga habitação para centenas de famílias buiquenses. Para a alegria de muitos  saiu no último dia 28 de Fevereiro no Diário Oficial da União a relação das localidades que receberão casas provenientes do Programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal.

Buíque ultrapassou diversos municípios e adquiriu através da articulação do Governo Municipal com o Governo Federal mais de seiscentas casas. A principal preocupação do Chefe do Executivo era que a mão de obra fosse totalmente do município para gerar emprego e renda aos buiquenses. Nesse caso, todo o processo foi aprovado e o Governo construirá 609 casas distribuídas por regiões e centenas de famílias serão beneficiadas pelo Programa com a aquisição da casa própria, além de aumentar sua renda com empregos que serão gerados pela construção civil.

Os projetos são realizados pela Caixa Econômica Federal em parceria com o Governo federal e a Prefeitura de Buíque. Uma ação conjunta de articulação feita pelo Prefeito Arquimedes Valença junto ao Deputado Federal Fernando Monteiro e o Ministro das Cidades Bruno Araújo. Na ocasião, foram destinadas 309 casas para área urbana e 300 casas para área rural que será divida da seguinte forma: 50 casas para o Carneiro/Serrote Preto, 50 casas para a Serra do Catimbau, 50 casas para Catimbau (rural) e 150 casas para a Aldeia Indígena.

O início da construção das casas está previsto para daqui a sessenta dias e toda a mão de obra será buiquense, mais uma grande conquista que vai gerar empregos na construção civil através de empresas e entidades, trazendo assim o desenvolvimento e o progresso pelos quais a Prefeitura de Buíque luta em busca de melhorias para as famílias mais carentes do município. Ao todo serão construídas cerca de 2.573 unidades em 23 municípios do Agreste de Pernambuco.

Escola Municipal é reformada e Prefeitura de Buíque entrega cisterna com o CEDAPP

Na manhã de hoje (04), A Prefeitura de Buíque, através da Secretaria de Educação, entregou a comunidade do Alto dos Paulo uma escola em melhores condições estruturais e uma cisterna de 53 mil litros de água, ao todo são quase trinta cisternas em todo o município, vinte já foram entregues. Durante muito tempo a Escola Euclides da Cunha funcionou em situação precária, com um banheiro sem condição de uso e um telhado muito baixo em toda a escola.

Mas, essa realidade foi transformada através do esforço dos professores em manter as aulas em qualquer situação para que os cerca de 105 alunos não ficassem sem aula. Agora a escola da comunidade conta com 2 salas de aula com o teto mais alto, pois foi trocado todo o telhado e colocado em altura mais elevada que antes para que o ambiente tenha mais ventilação, a cozinha foi ampliada e construído duas despensas e construídos dois banheiros com cerâmica, chuveiro, vaso e pia. E, com a cisterna que a Prefeitura de Buíque conseguiu através de uma parceria com o CEDAPP (Centro de apoio ao Pequeno Produtor) que é um Programa da Diocese de Pesqueira, é possível trabalhar em melhores condições, além de água de qualidade para as crianças beber, lavar as mãos e as merendeiras cozinhar.

Com o recurso do PDDE do Campo, um Programa que foi criado em 1995 e presta assistência financeira em caráter suplementar, às escolas públicas e às escolas privadas de educação especial mantidas por entidades sem fins lucrativos. Com o objetivo de melhorar a infraestrutura física e pedagógica, reforçando a autogestão elevando os índices de desempenho da educação básica.

Os recursos do programa destinam-se à cobertura de despesas de custeio, como a compra de material de consumo; manutenção, conservação e reparos na unidade escolar; e pequenos investimentos em bens permanentes, como aquisição de aparelhos.

Com o dinheiro do programa foi possível adquirir uma geladeira nova, estantes, computador e brinquedos educativos. A entrega das melhorias foi feita com a presença do Chefe do Executivo, Legislativo, Secretaria de Educação, Secretaria da Mulher, Gabinete, Gestores da Educação, professores, CEDAPP e toda a comunidade.

Reforma da Escola Euclides da Cunha e entrega de Cisterna - 04.12.2017

Governo do Estado se reúne com os municípios do Condomar

Durante esta terça-feira (19), os representantes da Igreja Católica, da Cáritas Diocesana de Pesqueira e as doze cidades que fazem parte do Consórcio intermunicipal Dom Mariano, incluindo Buíque, participaram de uma audiência no Palácio do Campo das Princesas com o Governo de Pernambuco.

Na ocasião foram discutidos diversos assuntos como o aumento dos índices de violência, o fortalecimento do FEM Mulher, a construção de barragens, a Adutora do Agreste e o Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal.

Integrando uma comitiva que representa quase quinhentas mil pessoas do interior de Pernambuco, os Prefeitos tem a missão de levar os pontos discutidos nos encontros do Condomar ao conhecimento do Governo Estadual, na esperança de que ações sejam realizadas pelo progresso e desenvolvimento da região.

O Consórcio Intermunicipal é uma ferramenta primordial na aquisição de equipamentos e realização de ações na linha de segurança alimentar.

Buíque agora faz parte da Nova Diretoria do CONDOMAR

O impacto ocasionado pelas transformações econômicas e sociais (globalização) indica a necessidade de desenvolvimento de uma política regional, ou seja, buscar uma ação na esfera local através de um planejamento estratégico. Nesse contexto, os consórcios tem um papel fundamental na possibilidade de fomentação de políticas públicas por meio de consórcio de município, instituído por meio da Lei Federal Nº 11.107/2005.

Portanto, estamos diante de um cenário desafiador e precisamos unir igrejas, governos e sociedade civil para que nessa soma de esforços, possam buscar saídas, principalmente considerando o sofrimento da população.

Na expectativa da retomada do CONDOMAR (Consórcio Intermunicipal Dom Mariano), se inicia este ano uma verdadeira maratona, com investimento de pessoal, tempo e recursos para estruturação deste espaço que acredita-se ser de fundamental importância para a região. Estando de acordo os treze municípios que fazem parte do território Diocesano de Pesqueira, no último dia 11 de julho, na sede das Cáritas Diocesana de Pesqueira, houve a Assembleia de Reconstituição da Nova Diretoria do CONDOMAR e irão trabalhar em três linhas de atuação: Segurança Alimentar, Meio Ambiente e Infraestrutura. Através de uma eleição ficou constituída assim a Nova Diretoria: Presidente – Osório Filho (Prefeito da Pedra), Vice-Presidente – Angêlo Ferreira (Prefeito de Sertânia), Tesoureiro – Uilas Leal (Prefeito de Alagoinha), Secretário – Arquimedes Valença (Prefeito de Buíque). Desde o início, o nome do Prefeito de Buíque foi cogitado a ocupar a função de Presidente, mas diante do grande desafio de administrar o tempo e o seu compromisso com as causas do seu próprio município, fez com que o Prefeito Arquimedes Valença se comprometesse como Secretário.

Visualizar fotos