Buíque apresenta melhoria nos índices educacionais

Buíque apresenta melhoria nos índices educacionais

Recentemente foi divulgado o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação de Pernambuco (IDEPE) e Buíque apresentou melhoria nos índices educacionais. O IDEPE é formado através de um cálculo entre resultado do SAEPE (avaliação externa) e o fluxo escolar (aprovação no nível de ensino).

Em 2016, nos anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) o resultado foi 3,9, em 2017 foi 4,07. Já nos anos finais (6º ao 9º ano) o crescimento é ainda mais significativo, o município que obteve em 2016 a média de 3,1, passou em 2017 para 3,86.

Buíque comemora o crescimento dos números positivos, pois compreende que é fruto de um esforço coletivo de conscientização das equipes, organização da rede, garantia de transporte e merenda escolar, presença da família na escola e, especialmente, o compromisso do professor que é o principal responsável pelo processo de ensino aprendizagem numa garantia do currículo.

A Secretaria de educação entende que apenas a aprendizagem significativa pode efetivar resultados sólidos, o aluno que lê, compreende e escreve está preparado para ser um cidadão crítico, e consequentemente realiza avaliações externas e internas, demonstrando assim sua aprendizagem que está refletida nos índices educacionais.

Anualmente os municípios possuem metas crescentes, o que torna o desafio cada vez maior. Pernambuco hoje é destaque nacional por seus índices, a Gerência Regional de Arcoverde também se destaca pelos números em ascensão e Buíque vem trabalhando na mesma perspectiva, buscando garantir o direito de todos.

Em 2018, a Prefeitura Municipal pretende dar continuidade às reformas de prédios escolares. A Secretaria já adota uma medida de planejamento que visa garantir o cumprimento do currículo, as sugestões buscam sistematizar a linha de trabalho da rede e auxiliar o professor, para que, com todos os profissionais engajados, o aluno tenha, de fato, uma aprendizagem significativa e Buíque continue elevando seus índices educacionais.

Autor(a) do texto:

Comunicóloga, habilitada em Jornalismo

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *